Você poderá receber notícias pelo Facebook Messenger

Já pensou em receber notícias pelo Facebook Messenger? É o que deve acontecer quando o Facebook passar a permitir que veículos distribuam conteúdo pelo seu aplicativo de mensagens. E isso pode se tornar realidade num futuro não tão distante.

Facebook-Messenger

As informações são do Marketing Land, que conversou com três pessoas que trabalham na rede social e ficaram sabendo dos planos. Segundo elas, o anúncio oficial será feito na conferência para desenvolvedores F8, que acontece em abril. As mensagens seriam enviadas de maneira automática, como num feed RSS.

O primeiro veículo que teve acesso à ferramenta, desde janeiro, foi o jornal alemão Bild, que enviava suas matérias para quem enviasse uma mensagem para a página deles. O conteúdo era entregue com uma breve descrição da notícia, além de um link para o site do jornal, onde os leitores poderiam acessar as informações completas.

Bild-messenger-700x1245

Ao NiemanLab, o diretor-chefe do Bild, Julian Reichelt, disse que o jornal quer estar onde seus leitores estão. “Cerca de 30 milhões de pessoas usam o Facebook diariamente na Alemanha. […] É por isso que nós, junto com o Facebook, procuramos por soluções para entregar nosso conteúdo inigualável de maneira mais rápida e inteligente para os leitores”, diz.

O jornal já usa a ferramenta Instant Articles, criada pelo Facebook para exibir matérias sem que o usuário saia do aplicativo. Um porta-voz do Bild disse ao NiemanLab que eles são o primeiro veículo, em parceria com o Facebook, a entregar esse tipo de conteúdo pelo Messenger.

Outros aplicativos de mensagens já são usados para distribuir conteúdo. Os veículos The Washington Post, BuzzFeed e NBC News já usaram bots no Kik Messenger (!) para isso. O diretor de audiência do Washington Post disse ao Marketing Land que a resposta dos leitores foi ótima e eles aprenderam a estruturar a narrativa de uma forma mais convidativa para os usuários.

O próprio Tecnoblog usa um canal verificado no Telegram para se comunicar com os leitores: além de enviar por um feed as notícias publicadas aqui no site, nós publicamos fotos e vídeos de outras redes sociais como Instagram e YouTube. De vez em quando, você também deve receber alguma mensagem do Mobilon. Participe clicando aqui. Já são mais de 1,1 mil membros.

Messenger como plataforma

Na última conferência para desenvolvedores, a F8, o Facebook anunciou a transformação do Messenger como plataforma, capaz de ser usado como um serviço para empresas se comunicarem com clientes. Além disso, aplicativos de terceiros já se adaptaram ao Messenger, expandindo a quantidade de recursos numa conversa.

Usuários poderiam, por exemplo, enviar GIFs pelo Giphy para deixar o diálogo mais expressivo. Em dezembro, o Facebook anunciou uma parceria com o Uber para permitir que os usuários peçam um carro diretamente do Messenger. Para isso, basta clicar em um endereço e depois em “Pedir uma Corrida”. Observe o funcionamento no vídeo abaixo:

Desde então, o Messenger já se desprendeu bastante do Facebook. O serviço já ganhou uma versão web, sem a distração do feed de notícias da rede social, além da possibilidade de ser usado por quem não tem uma conta no Facebook (basta entrar com o número no celular, como no WhatsApp). Cada vez mais, o Messenger ― com seus 800 milhões de usuários ― vira uma plataforma “à parte” do Facebook.

Outro exemplo é a assistente virtual, batizada de M, anunciada pelo Facebook. Ela ainda está em fase de testes, mas serve para responder perguntas de usuários, além de entrar em contato com serviços para comprar flores ou fazer reservas em restaurantes. A M opera sozinha, como uma ferramenta de inteligência artificial, sem muita interferência humana.

Com essa nova distribuição de conteúdo e a parceria com sites de notícias, é interessante ver como o Facebook parece estar disposto em entregar um conteúdo que normalmente seria distribuído pelo feed de notícias. O Messenger fidelizaria mais leitores? Traria mais audiência? Fica a dúvida.

Business on Messenger

Messenger sendo usado como plataforma para empresas atenderem clientes (e registrarem compras).

As constantes mudanças no algoritmo do Facebook não facilitam a vontade dos veículos de entregar suas notícias por vários meios ― e a rede social pode estar atendendo a este desejo por meio de sua plataforma interna. Afinal, considerando que o Facebook é responsável por grande parte do tráfego de jornais, portais e blogs, ele pode estar querendo oferecer uma alternativa para criar um problema que ele mesmo criou.

Por quê? Talvez pela receita que essa distribuição de conteúdo pode gerar. As fontes do Marketing Land ainda não sabem como entregar notícias pelo Messenger pode dar dinheiro ao Facebook, mas o TechCrunch sugere que as empresas pagam à rede social para enviar suas notícias às pessoas. Essa plataforma também pode ser mais um lugar que os veículos poderão oferecer aos patrocinadores.

Ainda assim, como a ferramenta ainda não saiu oficialmente, entramos em um território incerto ao avaliar o que o Facebook pretende com esse novo serviço. Mais detalhes devem surgir na conferência para desenvolvedores F8, que neste ano acontece entre os dias 12 e 13 de abril. O que mais será que eles vão apresentar por lá?

Você poderá receber notícias pelo Facebook Messenger


Tecnoblog

É republicado do Social-Star

from SocialStar – Feed http://bit.ly/1XcvFtT
via http://bit.ly/1Wua3tq

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s