Facebook ativa o Safety Check no Brasil por conta de alagamentos

Neste final de semana, o Facebook ativou pela primeira vez no Brasil o “Safety Check“, também conhecido como Confirmação de Status de Segurança. O Safety Check é aquele marcador, que durante o acontecimento de tragédias, o usuário pode usar para indicar aos seus amigos que ele está em segurança.

safety check

A função foi ativada por conta dos alagamentos que estão acontecendo no sudeste brasileiro, principalmente em São Paulo e região. Esses alagamentos vem ocorrendo desde o início da semana e já deixaram bairros inteiros debaixo d’água.

Com a Confirmação do Status de Segurança, é possível que o usuário possa confirmar se ele está bem para os amigos e familiares, além disso, ele também pode ver quem está a salvo na região e marcar outras pessoas que estejam em sua companhia.

Ano passado, o Safety Check já havia sido ativado em eventos que despertaram preocupações a respeito de pessoas em suas regiões, como os atentados terroristas em Paris e os terremotos no Nepal.


Zoom Digital : Reviews de Smartphones, Tutoriais, Notícias

É republicado do Socialstar

from SocialStar – Feed http://ift.tt/1RRSW07
via http://ift.tt/1GVxUbj

Google Maps adiciona estimativa para viagens de táxi no app

Em 2014 a Google introduziu estimativas de preços para as corridas do Uber. Uma opção bem útil, mas imaginando uma situação em que você está atrasado, ela pode ser bem limitante.

Contudo isso vai mudar agora. A empresa está adicionando estimativas de vários outros serviços: 99 Taxis no Brasil, Ola Cabs na Índia, Hailo para o Reino Unido e Espanha, MyTaxi na Alemanha e Espanha e o Gett para o Reino Unido.

Para fazer uso da funcionalidade, você deverá estar em uma região que possui algum destes serviços disponíveis e vai precisar do app instalado.

Essas opções estarão disponíveis debaixo da nova aba de corridas, visto que anteriormente elas estavam debaixo da área de transporte público. Mas você ainda vai poder comparar as estimativas de tempo quando visualizar  as opções de transporte público para avaliar qual será o melhor método a se usar.

Para aqueles que preferem o Uber, A Google vai disponibilizar preços diferentes para o UberX, UberXL e o UberBLACK.

Os novos serviços sairão para o Android nos próximos dias e chegarão ao iOS em breve.


Zoom Digital : Reviews de Smartphones, Tutoriais, Notícias

Veja mais em: Social-Star site

from SocialStar – Feed http://ift.tt/1pP3CWZ
via http://ift.tt/1GVxUbj

Aplique filtros dos melhores filmes analógicos em suas fotos!

Ícone - app BLACK

Hoje existem muitos aplicativos para edição de fotos e aplicação de filtros, mas se você é daquelas pessoas que gostam de um visual monocromático em suas fotografias, vai adorar o app BLACK!


icon

BLACK – B&W Film Emulator

De Peter Stojanowski

Compatível com MacsCompatível com iPadsCompatível com iPhonesCompatível com Apple Watches
Versão 1.1.1 (5.9 MB)
Requer o iOS 8.0 ou superior

Grátis

Badge - Baixar na App Store

Código QR Código QR

Screenshot do app BLACK - B&W Film EmulatorScreenshot do app BLACK - B&W Film EmulatorScreenshot do app BLACK - B&W Film EmulatorScreenshot do app BLACK - B&W Film EmulatorScreenshot do app BLACK - B&W Film Emulator

O aplicativo destaca-se por sua interface ser muito interativa, extremamente simples e focado na aplicação de filtros e edição de imagens. A escolha dos filtros também é feita por meio de gestos, bastando que você importe suas fotos tocando no botão de “+” na parte inferior da tela “Collection” do app. Depois disso são abertas as versões dos filtros e, para você escolher o desejado, basta arrastar para a esquerda e para direita.

Os nomes dos filtros ficam sobrepostos na parte superior da imagem a qual você está editando, depois da escolha basta salvar o filtro e você será levado para todas as fotos importadas no app, podendo selecionar quantas desejar e compartilhá-las em diversas redes sociais (ou até mesmo salvá-las no seu Rolo da Câmera).

Os dez filtros disponíveis são extremamente atraentes e baseados em filmes fotográficos clássicos como Kodak X-400 TRI, FUJI Neopan 400 e muito mais. O aplicativo é gratuito para a aplicação dos filtros em suas fotos, já para salvá-las com edições de controles manuais (como fade, curvas e vinheta) é necessário pagar US$ 1 dentro do app.

Compra interna do BLACK

O BLACK está disponível para iOS (interface adaptada apenas para iPhones/iPods touch) e para Windows Phone, tendo superado já mais de 550 mil downloads. Está esperando o quê? 😉

[via MacStories]


MacMagazine

É cortesia de http://ift.tt/1NEfxgy

from SocialStar – Feed http://ift.tt/1RRSW01
via http://ift.tt/1GVxUbj

Facebook Vídeo: 7 dicas para iniciantes

O Facebook representa hoje um enorme potencial para as marcas divulgarem seus conteúdos em vídeos, mas garantir que eles sejam acessados regularmente é outra história.

Não adianta apenas postar e compartilhar os vídeos.

Os vídeos precisam ter conteúdos atrativos e passar rapidamente a mensagem que deseja para atrair e converter leads.

Por isso, desenvolvemos esse post com algumas das dicas mais importantes e eficientes para você dominar a arte do marketing em videos e trazer grandes resultados para o negócio através do facebook.

Acompanhe!

1. Configure seus vídeos para serem exibidos sem som e com legendas

Pesquisas recentes apontam que o público no Facebook não gosta de ser interrompido com um áudio de vídeo executado sem a autorização deles.

Pensando nisso, a rede social oferece uma ferramenta que permite postar o seu vídeo configurado para rodar de forma silenciosa dando ao usuário a opção de ativar ou não o áudio.

A mesma pesquisa apontou também que os vídeos que rodam sem som, porém com legendas, prendem a atenção do público por mais tempo.

Sendo assim, utilize esse recurso para promover melhores resultados nas suas campanhas.

2. Promova interatividade através do Facebook Vídeos

O Facebook é uma das ferramentas mais eficientes para colocar o público em contato com o seu negócio.

Uma boa comunicação pode ser estabelecida alinhando as estratégias de conteúdos com as expectativas dos seus fãs e, isso, será fundamental para estimular comentários, “Likes” e compartilhamentos.

Ofereça um conteúdo que instigue reflexões e o desejo de expor as opiniões deles e terá uma interação maior com o público do que nos conteúdos de leitura.

3. Garanta que o seu vídeo fique no topo da página

O Facebook oferece um recurso de grande valor para potencializar as visualizações dos seus vídeos: A fixação do vídeo no topo da sua Fanpage.

Isso garante que ele não desça conforme novas postagens forem feitas na sua página e ainda aumenta a visibilidade dele, uma vez que será o primeiro post a ser visto pelos visitantes quando acessarem a sua página inicial.

A exibição será maior também porque os visitantes acreditarão que o seu vídeo postado foi a última atualização que você fez na página.

4. Utilize o “Power Editor” do Facebook

Esta é uma ferramenta pouco conhecida pelos produtores e editores de conteúdos do Facebook, mas crucial para alavancar os resultados em um curto período de tempo.

O recurso permite que você crie e publique anúncios em vídeos no feed de notícias do Facebook e também na coluna do lado direito das páginas dos usuários.

Para acessar a ferramenta digite “Power Editor” na caixa de pesquisa do Facebook e siga o guia de instruções para dar início a sua campanha.

5. Produza conteúdos de entretenimento

O Facebook é uma rede social voltada para um público que está em busca de diversão, descontração, interações humanas e construção de relacionamentos.

É um refúgio da rotina diária de trabalho e estudos e, por isso, não é o lugar certo para investir na tomada de decisão de compra de um usuário.

Ao decidir desenvolver o seu marketing no Facebook Vídeos, lembre-se de produzir conteúdos informativos ou voltados para o entretenimento.

Assim, será mais bem recebido e conseguirá mais “Likes”, compartilhamentos e seguidores.

6. Poste vídeos com frequência

O público presente no Facebook prefere consumir mais conteúdos em vídeos do que em textos.

Por isso, desenvolva conteúdos de relevância para eles, garanta imagens com alta resolução e poste vídeos com frequência para manter o público interessado.

Lembre-se de ser direto e não se estender muito nos assuntos.

Caso trate de um assunto mais complexo, divida o seu vídeo em partes ou faça uma série para fidelizar a audiência e demonstrar autoridade no assunto discutido.

A frequência ideal de postagens para o seu marketing em vídeos dependerá inteiramente de alguns fatores como o segmento de atuação, produtos e serviços oferecidos, temas abordados e perfil do público.

Para ajudar você a determinar a frequência certa de postagens para o seu negócio, a dica é manter uma sequência de um vídeo por semana durante pelo menos dois meses.

Avalie como o público se comporta nesse período de testes e descobrirá se a frequência deve aumentar ou diminuir.

7. Não force a barra

Tente não ser inconveniente com o público no Facebook solicitando que eles o sigam e compartilhem seus vídeos pela rede social.

Isso pode ser o suficiente para afastá-los de você.

Deixe que isso aconteça de forma natural.

Se você tem um conteúdo relevante para eles e produz um vídeo interessante, essas ações acontecerão sem que você precise pedir.

No entanto, você pode solicitar essas atitudes dentro do próprio vídeo e na descrição dele.

Por exemplo, solicite que eles deem uma olhada no seu site ou blog da empresa para obter mais detalhes sobre o conteúdo discutido no vídeo.

Outra dica legal é deixar uma pergunta no final do seu vídeo para incentivar o público a interagir por conta própria comentando e realizando outras ações dentro do seu post.

É o famoso e eficiente Call To Action (chamada para ação).

Criar e desenvolver o uma campanha de marketing através do Facebook é uma grande oportunidade de usar a rede social mais acessada do mundo para aproximar e conectar a sua marca com um público mais qualificado.

Quanto maior a qualidade das imagens, relevância dos conteúdos apresentados e menor for o tempo necessário para a exibição deles, maior será o retorno para a sua estratégia.

Se a sua empresa está iniciando uma estratégia com foco em melhores resultados, comece assistindo alguns vídeos postados por lá e também em outras redes sociais como Vine e Instagram.

Eles te darão boas ideias de como transmitir uma mensagem de forma objetiva e em períodos bem curtos de tempo.

Mais uma coisa:

Lembre-se de que o objetivo das suas campanhas de marketing em vídeos deve ser estimular o público a ir além da interação com os seus videos no facebook e visitarem as suas páginas de negócios na internet para te conhecerem melhor.

E a sua empresa, já possui uma estratégia de marketing eficiente para o seus vídeos na internet? Conheça as tendências de vídeos para 2016 [EBOOK E VÍDEOS GRATUITOS] e inspire-se!

The post Facebook Vídeo: 7 dicas para iniciantes appeared first on Marketing de Conteúdo.


Marketing de Conteúdo » Redes Sociais

É cortesia de Social-Star

from SocialStar – Feed http://ift.tt/1pP3CWU
via http://ift.tt/1GVxUbj

Você poderá receber notícias pelo Facebook Messenger

Já pensou em receber notícias pelo Facebook Messenger? É o que deve acontecer quando o Facebook passar a permitir que veículos distribuam conteúdo pelo seu aplicativo de mensagens. E isso pode se tornar realidade num futuro não tão distante.

Facebook-Messenger

As informações são do Marketing Land, que conversou com três pessoas que trabalham na rede social e ficaram sabendo dos planos. Segundo elas, o anúncio oficial será feito na conferência para desenvolvedores F8, que acontece em abril. As mensagens seriam enviadas de maneira automática, como num feed RSS.

O primeiro veículo que teve acesso à ferramenta, desde janeiro, foi o jornal alemão Bild, que enviava suas matérias para quem enviasse uma mensagem para a página deles. O conteúdo era entregue com uma breve descrição da notícia, além de um link para o site do jornal, onde os leitores poderiam acessar as informações completas.

Bild-messenger-700x1245

Ao NiemanLab, o diretor-chefe do Bild, Julian Reichelt, disse que o jornal quer estar onde seus leitores estão. “Cerca de 30 milhões de pessoas usam o Facebook diariamente na Alemanha. […] É por isso que nós, junto com o Facebook, procuramos por soluções para entregar nosso conteúdo inigualável de maneira mais rápida e inteligente para os leitores”, diz.

O jornal já usa a ferramenta Instant Articles, criada pelo Facebook para exibir matérias sem que o usuário saia do aplicativo. Um porta-voz do Bild disse ao NiemanLab que eles são o primeiro veículo, em parceria com o Facebook, a entregar esse tipo de conteúdo pelo Messenger.

Outros aplicativos de mensagens já são usados para distribuir conteúdo. Os veículos The Washington Post, BuzzFeed e NBC News já usaram bots no Kik Messenger (!) para isso. O diretor de audiência do Washington Post disse ao Marketing Land que a resposta dos leitores foi ótima e eles aprenderam a estruturar a narrativa de uma forma mais convidativa para os usuários.

O próprio Tecnoblog usa um canal verificado no Telegram para se comunicar com os leitores: além de enviar por um feed as notícias publicadas aqui no site, nós publicamos fotos e vídeos de outras redes sociais como Instagram e YouTube. De vez em quando, você também deve receber alguma mensagem do Mobilon. Participe clicando aqui. Já são mais de 1,1 mil membros.

Messenger como plataforma

Na última conferência para desenvolvedores, a F8, o Facebook anunciou a transformação do Messenger como plataforma, capaz de ser usado como um serviço para empresas se comunicarem com clientes. Além disso, aplicativos de terceiros já se adaptaram ao Messenger, expandindo a quantidade de recursos numa conversa.

Usuários poderiam, por exemplo, enviar GIFs pelo Giphy para deixar o diálogo mais expressivo. Em dezembro, o Facebook anunciou uma parceria com o Uber para permitir que os usuários peçam um carro diretamente do Messenger. Para isso, basta clicar em um endereço e depois em “Pedir uma Corrida”. Observe o funcionamento no vídeo abaixo:

Desde então, o Messenger já se desprendeu bastante do Facebook. O serviço já ganhou uma versão web, sem a distração do feed de notícias da rede social, além da possibilidade de ser usado por quem não tem uma conta no Facebook (basta entrar com o número no celular, como no WhatsApp). Cada vez mais, o Messenger ― com seus 800 milhões de usuários ― vira uma plataforma “à parte” do Facebook.

Outro exemplo é a assistente virtual, batizada de M, anunciada pelo Facebook. Ela ainda está em fase de testes, mas serve para responder perguntas de usuários, além de entrar em contato com serviços para comprar flores ou fazer reservas em restaurantes. A M opera sozinha, como uma ferramenta de inteligência artificial, sem muita interferência humana.

Com essa nova distribuição de conteúdo e a parceria com sites de notícias, é interessante ver como o Facebook parece estar disposto em entregar um conteúdo que normalmente seria distribuído pelo feed de notícias. O Messenger fidelizaria mais leitores? Traria mais audiência? Fica a dúvida.

Business on Messenger

Messenger sendo usado como plataforma para empresas atenderem clientes (e registrarem compras).

As constantes mudanças no algoritmo do Facebook não facilitam a vontade dos veículos de entregar suas notícias por vários meios ― e a rede social pode estar atendendo a este desejo por meio de sua plataforma interna. Afinal, considerando que o Facebook é responsável por grande parte do tráfego de jornais, portais e blogs, ele pode estar querendo oferecer uma alternativa para criar um problema que ele mesmo criou.

Por quê? Talvez pela receita que essa distribuição de conteúdo pode gerar. As fontes do Marketing Land ainda não sabem como entregar notícias pelo Messenger pode dar dinheiro ao Facebook, mas o TechCrunch sugere que as empresas pagam à rede social para enviar suas notícias às pessoas. Essa plataforma também pode ser mais um lugar que os veículos poderão oferecer aos patrocinadores.

Ainda assim, como a ferramenta ainda não saiu oficialmente, entramos em um território incerto ao avaliar o que o Facebook pretende com esse novo serviço. Mais detalhes devem surgir na conferência para desenvolvedores F8, que neste ano acontece entre os dias 12 e 13 de abril. O que mais será que eles vão apresentar por lá?

Você poderá receber notícias pelo Facebook Messenger


Tecnoblog

É republicado do Social-Star

from SocialStar – Feed http://bit.ly/1XcvFtT
via http://bit.ly/1Wua3tq

Redes sociais: 6 cuidados para não deixar seu cliente na mão

Você comprou aquele aparelho eletrônico dos sonhos. Tudo correndo às mil maravilhas até que, no primeiro mês, ele para de funcionar.

Há uns 10 anos, talvez até menos, sua primeira tentativa de resolver o problema seria ligar para o SAC do fabricante.

Bom, hoje em dia, além do telefone, os clientes recorrem cada vez mais a outro tipo de atendimento, aquele feito nas redes sociais oficiais da marca.

O estudo da E.life Hábitos e Comportamentos dos Usuários de Redes Sociais no Brasil, de 2014, diz que esse tipo de mídia já representa a terceira ferramenta mais procurada por internautas para entrar em contato com prestadores de serviço e outras empresas.

De acordo com a pesquisa, 39% dos clientes utilizaram alguma rede social para falar com a empresa, enquanto os sites oficiais ficaram com 31% dessa fatia.

Apesar de canais como Twitter, Facebook e LinkedIn ainda perderem para o meio mais tradicional de atendimento 72% dos entrevistados preferiram resolver suas questões por telefone , o fato de muitos consumidores estarem nas redes sociais e procurarem esse tipo de atendimento faz com que as empresas tenham que ficar a cada dia mais atentas e monitorar esses canais.

Por que prestar um bom atendimento nesses canais

Muito mais do que ser uma empresa on-line, antenada ou na moda, estar nesses canais e fazer um atendimento de qualidade aos seus clientes trazem diversos benefícios para o negócio.

Acompanhe alguns deles:

Agilidade

Por não envolverem muita burocracia, as mídias sociais acabam sendo muito mais práticas tanto para a empresa quanto para o consumidor.

Essas redes são bastante flexíveis e trazem algumas facilidades para o cliente demonstrar seu problema: é possível anexar algum link, imagem ou até mesmo vídeo demonstrando o que houve com o produto, por exemplo.

Do outro lado, a empresa também não depende tanto do cliente para dar seu retorno, basta responder para que ele acesse o feedback na hora que for mais conveniente.

Enfim, uma comunicação muito mais ágil e objetiva.

Relacionamento

Resolver problemas por um canal social, indo direto na dor do seu cliente, pode estreitar seu relacionamento com ele.

Nas redes sociais não há necessidade de uma linguagem muito formal, ali você está conversando com o seu consumidor e o diálogo tende a ser muito mais pessoal, tornando esse processo bem mais humanizado.

Fazendo bem a lição de casa nesse tópico, a tendência é que seu público reconheça esse bom atendimento e aí a reputação da sua empresa ganha muito também.

Métricas

As redes sociais oferecem uma série de métricas que podem ser exploradas para entender melhor o comportamento do seu cliente.

Portanto, outro benefício é poder usufruir desses dados como faixa etária, informações demográficas, principais reclamações, para melhorar a qualidade do seu produto ou serviço, além da qualidade do atendimento que a sua empresa vem dando nesses canais.

Boas práticas

Agora que já mencionamos algumas vantagens de marcar presença nas redes sociais e dar todo o suporte necessário ao seu consumidor, é hora de conferir algumas boas práticas.

Vamos a elas?

Defina os responsáveis

Se qualquer um da empresa ficar responsável por responder as interações nas redes sociais, o risco é grande de que ninguém acabe fazendo isso.

Por isso, é importante definir a pessoa ou equipe que dará conta dessa tarefa.

Assim, isso fará parte da rotina desse profissional e não haverá o perigo de alguma solicitação ficar sem resposta.

Uma competência importante aqui é escrever bem e gostar de lidar com o público.

Frequência

Não é uma boa prática parar tudo o que estiver fazendo a cada notificação de nova mensagem no perfil da empresa.

Estipule a frequência para verificar todas as redes sociais do seu negócio, isso pode variar bastante de acordo com a quantidade de interações recebidas.

O ideal é criar uma rotina para não deixar as pessoas sem resposta durante muito tempo.

Gerenciamento de crises

Em muitos casos, o cliente resolve expor a empresa de forma pública nas redes sociais quando ocorre algum problema.

O ideal é que, na medida do possível, a empresa já preveja certos comportamentos e elabore um plano para gerenciamento de crises.

Assim, a reação será muito mais rápida e assertiva quando houver alguma exposição negativa da marca nas redes sociais.

Responda reclamações e elogios

Nem só de reclamações são feitos os contatos de seus clientes com sua marca, não é mesmo?

Claro que é super importante dar a solução adequada para o problema apontado pelo seu público, mas procure dar atenção também aos elogios feitos.

Assim, o usuário ficará estimulado a interagir mais com a sua marca, do contrário, ele pode ficar com uma impressão bastante negativa e, aí sim, voltar para a sua página apenas para fazer reclamações.

Se desculpe

Erros acontecem todos os dias dentro das empresas.

Caso a sua tenha falhado em algo que culminou no contato do cliente via rede social, é importante assumir que errou e saber se desculpar com ele.

O cliente vai perceber essa honestidade e ficará mais seguro em relação a sua empresa.

Educação acima de tudo

Na teoria, pode ser a empresa falando com o cliente.

Na prática, porém, a gente sabe que se trata de uma pessoa falando com outra.

E as pessoas têm dias ruins e podem reagir de maneiras diferentes em cada situação.

Por isso, ainda que o cliente não esteja com a razão, é importante que a sua empresa responda sempre da maneira mais profissional.

Mesmo que ele esteja exaltado, jamais deve ser respondido de forma mal educada ou grosseira.

Além de ser algo ruim naquela situação específica, pode manchar a imagem da sua empresa no longo prazo, já que as pessoas podem entender que aquela é a sua forma de tratar os clientes.
E aí, como a sua empresa trabalha com o atendimento via redes sociais? Há algo que possa ser melhorado nesse processo? Compartilhe suas experiências e outras boas práticas!

Este texto foi escrito por Camila Prochnow, da Next Idea.

The post Redes sociais: 6 cuidados para não deixar seu cliente na mão appeared first on Marketing de Conteúdo.


Marketing de Conteúdo » Redes Sociais

É cortesia de Socialstar.com.br

from SocialStar – Feed http://bit.ly/1TL99dG
via http://bit.ly/1Wua3tq